Aqui, quem manda sou eu e é melhor jair se acostumando…

Atitude intransigente da direção CET-SP impede, ao menos, minimizar o problema causado pela companhia

2809

O presidente da CET-SP, obviamente sob orientação do diretor operacional e do superintendente de operações, recusou todas as nossas propostas para resolver o problema dos trabalhadores da Carlos Caldeira Filho.

Em atitude intransigente e com falta de bom senso, nem o apelo do secretário de transportes foi suficiente para que pudéssemos, ao menos, minimizar o problema causado pelo deslocamento de até 70 km de alguns trabalhadores que foram destinados a operação.

A nossa primeira solicitação foi que as áreas disponibilizassem viaturas para sair da origem e se deslocar todas as madrugadas para a operação Carlos Caldeira. Solicitação totalmente rechaçada pela Superintendência, sem explicações.

Outra proposta, também rechaçada pela presidência, diretoria e superintendência, seria a criação de uma norma interna que disciplinasse o assunto para que, tanto na operação Carlos Caldeira, como às demais que possam surgir, seguisse, de maneira a não prejudicar os trabalhadores ou, ao menos, que o prejuízo fosse o menor possível.

PIOR GESTÃO

Se a atual direção da CET-SP busca um prêmio de pior gestão, pode descansar, estão disparados na frente. E não é só uma questão na atuação laboral, profissional, há também uma série de transtornos, incluindo a vida familiar e pessoal de cada trabalhador e trabalhadora.

A falta de coerência, gerenciamento e plano de trabalho, é visível na companhia, apequenando e destruindo uma empresa que reúne mais de 40 anos de excelência na prestação de serviços à cidade de São Paulo.

O SINDVIÁRIOS, a DR e o CRE, tomará as ações e medidas necessárias. Ao contrário do que faz a direção da CET-SP, irá agir com inteligência e buscando o auxílio dos mediadores responsáveis pelo cumprimento das leis. Sem solução pacífica, documentos, normas e legislação vigente serão levantados para embasar a discussão com o amparo legal.

1 COMENTÁRIO

  1. Em primeiro lugar gostaria de sugerir que qdo vcs colocarem algum assunto referente aos administradores da Cet, não coloquem só a função deles, mas tbem os nomes, para que todos saibam quem são essas pessoas que não dão valor a empresa e seus funcionários. Sou um dos funcionários que fui prejudicado com essa operação terrorista, que a empresa impôs sobre seus funcionários. Prejuízo financeiro, psicológico e familiar, prejuízo esse que não deveriam colocar na nossa conta, porque não temos culpa da má administração que está sendo feita por pessoas incompetentes. Tenho 31 anos dentro desta empresa, na pandemia fui um dos que ficaram trabalhando, para a empresa não parar, fui contaminado com o vírus, ficando 12 dias internado e só não fui embora deste mundo, porque Deus teve misericórdia da minha vida e os parabéns por esses serviços prestados foi essa imposição de trabalhar quase 70 km longe da minha residência, com o prejuizo financeiro saindo do meu bolso. Obrigado Cet, pelo reconhecimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Digite seu nome