CET-SANTOS: Nota de repúdio à demissão do jornalista Glauco Braga

A demissão é uma ação antissindical do jornal A Tribuna, no qual Glauco trabalha há 20 anos e viola a estabilidade do dirigente sindical

236

Os jornalistas presentes à assembleia geral desta terça-feira, 25 de abril, manifestaram seu repúdio à demissão do jornalista Glauco Braga, diretor regional na Baixada Santista do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo, ocorrida ontem, 24 de abril.

A demissão é uma ação antissindical do jornal A Tribuna, no qual Glauco trabalha há 20 anos e viola a estabilidade do dirigente sindical, previsto na Constituição Federal (artigo 8º, inciso VIII).

Glauco está no terceiro mandato na direção do Sindicato dos Jornalistas, tendo sido eleito, em 2015, o coordenador da Regional do Sindicato na Baixada Santista. Desde então, participou das ações sindicais que se opuseram à tentativa do grupo A Tribuna de reduzir os salários em 20%, das medidas de piora no plano de saúde dos funcionários e da luta vitoriosa contra a demissão coletiva de jornalistas, gráficos e administrativos, que conseguiu a readmissão dos demitidos (entre os quais, o próprio Glauco).

Pela segunda vez a empresa o demite.

Com este violento ataque ao Sindicato dos Jornalistas, os donos de A Tribuna tentam minar a ação sindical na empresa, em atitude de clara afronta às liberdades democráticas e de organização sindical.

A direção do SINDVIÁRIOS, vêm através deste comunicado, repudiar a demissão do companheiro de luta Glauco Braga, e se junta à direção dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo para exigir a anulação deste ato e a reintegração imediata do profissional aos quadros de A Tribuna.

Respeito aos sindicatos e à atividade sindical!