Departamento Jurídico estuda abrir novo lote para entrada de recálculo do FGTS

Com a decisão do Toffoli em adiar julgamento, nosso departamento jurídico entende que abriu uma janela para entrada de novos processos para recalcular a Taxa Referencial sobre o FGTS

220

O presidente do STF – Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, adiou o julgamento de uma ação que questiona o uso da TR, Taxa Referencial, como fator de correção dos depósitos em contas vinculadas ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Responsável pela pauta do plenário da corte, Toffoli não remarcou a data do julgamento, que seria dia 12 dezembro e, deve ficar para o próximo ano.

O SINDVÁRIOS entrou com 3 lotes de ações, o último, em novembro deste ano.

 

NOVOS SÓCIOS
Os novos sócios devem aguardar o andamento da ação e a sentença do STF, com esse adiamento, nosso departamento jurídico já estuda a possibilidade de uma abertura de prazo para entrada de novo lote de ação para recalcular a TR do FGTS dos nossos trabalhadores e trabalhadoras.

Somente a luta ORGANIZADA muda a vida.