GERAL: 15 de março – Dia de Lutas e Paralisação

O dia 15 de março será marcado pelo dia de nossa luta. Em São Paulo, por exemplo, a previsão é que nada funcionará, incluindo metrô, linhas de ônibus etc

65

fora

Há tempos que estamos alertando todos sobre as reformas que esse governo golpista quer implantar.

Pela proposta da reforma da previdência teremos que trabalhar por 49 anos ininterruptos para conseguirmos aposentar.

Em poucas palavras, se não começamos a trabalhar com 16 anos, tchau aposentadoria!

Se tivermos carteira de trabalho assinada desde o 16 anos, não podemos ficar um dia desempregado ou não alcançaremos o benefício em sua integralidade.

É o fim da aposentadoria no Brasil.

Se essa previdência estivesse em vigor hoje, teríamos 25,2 milhões a mais de pobres na velhice.

Tchau Aposentadoria Especial
Se por causa do emprego, você ficar doente e não tiver nenhum problema físico aparente, mesmo que isso acabe com a sua saúde, não conseguirá aposentadoria especial. Será o fim de aposentadorias em condições insalubre ou perigosa.

Além da reforma da previdência, o governo Temer já tenta engatar uma reforma trabalhista, precarizando o trabalho e rasgando nossos direitos, conquistados à duras penas através de nossa luta e consolidados na CLT.

Quarta-feira, 16 horas na Av. Paulista
Por isso, nesta quarta-feira dia 15 de março, participe ativamente desta mobilização. Vamos executar nossas tarefas com mais cautela e segurança. Não faça nada além do que determina as suas funções, não coloque sua integridade física em risco.

Operacionais:
– Quando se deparar com interferências, canalize e acione o guincho, não podemos remover veículos com correntes, esta na lei.
– Cumpra todos os procedimentos operacionais com calma e tranquilidade, não queremos nos acidentar.

Administrativos:
– Execute suas tarefas com calma, não tenha pressa de entregar uma tarefa que possa conter erros. Confira atentamente e quantas vezes achar necessária, antes de executá-la.
– Não se utilize de ferramentas administrativas trazidas de casa, como canetas, grampeadores, papéis e etc.

Vamos mostrar o quanto somos proativos e o quanto estamos desapontados com essa proposta absurda da Reforma da Previdência e Reforma Trabalhista.

O dia 15 de março será marcado pelo dia de nossa luta. Em São Paulo, por exemplo, a previsão é que nada funcionará, incluindo metrô, linhas de ônibus etc. E às 16 horas, concentração na Avenida Paulista no vão do MASP.

Nenhum direito a menos!