GERAL: Manifestações de caminhoneiros devem causar transtornos à categoria

Empresas de trânsito têm que praticar o bom senso diante desta situação

46

Chegamos ao 5º dia de manifestações dos caminhoneiros pelo país e, mesmo com um acordo com parte das lideranças, os mesmos continuam parados, causando o desabastecimento de combustíveis nos postos e também demais setores.

O SINDVIÁRIOS se posiciona a favor desta ação, justa e pertinente, porém, causa preocupação o uso indevido de um mecanismo legal, que é a greve por grandes transportadoras, que estão negociando em nome dos trabalhadores para obter benefícios e vantagens para gerar lucro em detrimento da grande maioria dos caminhoneiros donos de seu próprio caminhão.

Na opinião do SINDVIÁRIOS, essa ação das transportadoras configura Lock-out (locaute), isso ocorre quando o empregador impede que os seus trabalhadores, total ou parcialmente exerçam sua atividade, para atingir objetivos da empresa e não do trabalhador.

Enxergamos também, que nas fileiras das manifestações nas estradas, muitos que lá estão são trabalhadores que não conseguem mais pagar suas contas, devido os aumentos semanais do preço do diesel, manutenção do veículo e pedágios, frente a um valor de frete tabelado.

trabalhadores, sim, fazem uma reinvidicação legítima, contudo, hoje, não estão nas mesas de negociação em Brasília.

Quanto à nossa categoria, estamos nesse momento em contato com a direção das empresas em âmbito estadual, solicitando o bom senso e a divulgação de medidas que minimizem os problemas que ainda virão: como a falta de combustível e de transporte público para se dirigir ao trabalho; faltas e atrasos (compensação); atitudes dos trabalhadores operacionais perante a possibilidade de redução da circulação de viaturas por falta de combustível etc.

um comunicado oficial das empresas perante os seus trabalhadores com essas informações e estaremos atentos para agir e cobrar as mesmas diante de situações que venham a ocorrer neste período.