O leite derramou e a vaca foi pro brejo

Reforma da previdência deixará milhares sem emprego público em todo país

1037

Em 2017, quando fomos às ruas lutar contra as reformas Trabalhistas e da Previdência, a manchete de hoje já havia sido publicado.

Aqui mesmo, em nosso site, é possível conferir a tragédia anunciada, mais de 20 matérias em revistas, jornais e boletins, mostravam o perigo que o futuro nos reservava.

Apesar de muita luta, muita formação e informação, a reforma da previdência foi aprovada. A greve articulada pelas centrais e furadas por alguns que hoje estão na “marca da pênalty” é a prova de que a luta de classe e fortalecimento dos sindicatos é urgente e necessário.

LUTA DE CLASSES

Há uma grande força dos empresários em denegrir o trabalho e a imagem dos sindicatos e, a resposta está aí, com a implantação, a todo vigor, empresas começaram a se mexer para demitir aposentados.

Não nos furtaremos à luta, estaremos aqui, defendendo as trabalhadoras e trabalhadores de todas as maneiras possíveis. Buscaremos a justiça, defender os direitos que nos restaram e evitando que a lei seja interpretada de forma ainda mais maléfica ao trabalhador.

QUAL O CAMINHO?

A união das trabalhadoras e trabalhadores, não à toa terminamos os nossos boletins com a frase que “somente a luta organizada muda a vida”. A luta é de todos, não é de hoje que a exploração do homem se dá para obtenção de lucro, é na degradação e prevaricação do trabalho, na economia no salário do trabalhador que empresas aumentam rentabilidade e lucros.

Não é preciso ir tão longe, em 1962 o jornal O Globo anunciava: O Décimo Terceiro salário será desastroso ao país, novamente, são os mesmos falando que o problema é o seu direito, seu salário.

A luta será de todos e afetará todas as empresas de economia mista, mais dia, menos dia. E deixamos aqui uma reflexão para quem ainda não se sente atingido: “O passado, não deve ser esquecido, o presente deve ser de luta e o futuro depende das ações que construímos hoje”

BORA NA LIVE

Em breve teremos uma nova live, com representantes de todo estado para conversar com você, trabalhadora e trabalhador, dirimir dúvidas e orientar sobre a nova previdência, aprovada nesse governo nefasto, contra o trabalhador.

Lembre-se, não participar significa, mais uma vez, a passividade e permissividade para retirada de nossos direitos.

Sem uma entidade de classe forte, o caminho da destruição de seus direitos, será mais fácil. Não permita que isso aconteça, associe-se ao seu sindicato.

3 COMENTÁRIOS

  1. Essa situação da PEC 103, pode ser revertida?
    O que podemos fazer para auxiliar os companheiros atingidos?

    • Olha o nível que chegamos
      Em vez de brigarmos por salários e aposentadorias descentes
      Estamos querendo usar como complemento de renda
      A emenda tá aí e agora o sindicatos que trabalhem para melhorar a renda

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Digite seu nome