TRANSITANDO: Reforma da Previdência

Representantes das seis centrais sindicais – CUT, Força Sindical, UGT, CTB, Nova Central e CSB – estão mobilizando os sindicatos filiados e trabalhadores e trabalhadoras para juntos combatermos o projeto de alteração das regras da Previdência.

41

Até para quem pouco entende desse assunto, está bem claro que se as modificações passarem pelo Congresso Nacional, a classe trabalhadora, principalmente os rurais e as mulheres, terão dificuldades para conseguir se aposentar.

A dificuldade aumenta ainda mais quando se pensa na possibilidade de aposentadoria com o salário integral ou o teto de pagamento de benefício.

Enquanto isso, vemos muitos políticos, militares e juízes com menos de 55 anos de idade – e não de trabalho – com benefícios de aposentadoria acima de 30 mil reais mensais, como por exemplo o presidente golpista Michel Temer. Uma vergonha!

A reforma da previdência afetará todos os cidadãos brasileiros e, prejudicará muito mais, as pessoas mais simples, os mais pobres e as mulheres. Não podemos deixar isso acontecer, temos que lutar!

Benedito Silva – Diretor de Assuntos Jurídicos