Revista QAP! Geral: 28/4 O Brasil contra as Reformas

Greve convocada pelas principais sindicais paralisou os principais serviços do País contra as reformas do governo ilegítimo

63

Ainda que a grande mídia não tenha noticiado, não tenha feito transmissão ao vivo, muito menos a cobertura e tentado o boicote, o que tivemos no dia 28 de abril foi uma grande paralisação da grande maioria dos trabalhadores no Brasil.

Tivemos uma paralisação nunca vista em todo o território nacional. Foram centenas de categorias que cruzaram os braços nos 26 estados e no Distrito Federal, dispostas a brecar as reformas previdenciária, trabalhista e a terceirização.

No dia foram realizados bloqueios, marchas e atos culturais, mostrando ao governo que a população brasileira está contra essas reformas que estão em discussão.

Guilherme Boulos, coordenador da Frente Povo sem Medo e do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), também mandou o seu recado: “Caso os ouvidos de Brasília permaneçam surdos à vontade da maioria, mesmo com o forte recado de hoje, 28/4, o país poderá entrar de forma mais profunda na rota do conflito social.”

A direção do SINDVIÁRIOS também participou do ato em São Paulo, Santos, Campinas, Ribeirão Preto, distribuindo informativos explicando o quanto essas reformas são prejudiciais a todos os trabalhadores e suas famílias, acabando, definitivamente, com qualquer perspectiva de uma vida melhor no futuro.

Agora, é continuarmos mobilizados e pressionando o governo ilegítimo a brecar essas reformas, por isso, no dia 30 de junho, iremos, novamente parar o Brasil. Junte-se a nós!

#NenhumDireitoAMenos