Revista QAP! / TRANSERP-Ribeirão Preto: Clima de incerteza não pode afetar nosso Acordo Coletivo

Não pagaremos o pato da crise política instaurada na cidade por políticos aventureiros. O sustento de nossas famílias ninguém vai tirar

166

A administração pública de Ribeirão Preto passa por um momento delicado diante das notícias de corrupção que se arrasta nos últimos 4 meses.

A antiga prefeita, vereadores e secretários foram denunciados e presos pela Operação Sevandija, que apura fraudes em contratos de licitações da prefeitura estimados em R$ 203 milhões.

No dia 1º de janeiro tomaram posse o novo prefeito, Duarte Nogueira, o vice-prefeito, Carlos Cezar Barbosa e os vereadores escolhidos para o mandato de 2017 a 2020.

Em seu discurso, Duarte Nogueira disse que o momento é complicado e afirmou que tomará medidas radicais para tentar sanar as dívidas públicas. “Precisamos tomar medidas fortes que podem ser incompreendidas em um primeiro momento. Sacrifícios serão necessários!”

Tais palavras acendem o sinal amarelo aos trabalhadores e trabalhadoras da Transerp, que têm sua data base agora em março.

O SINDVIÁRIOS também está em alerta e conta com a união e comprometimento de todos durante a campanha salarial, que se inicia agora e que discutirá as reposições financeiras do ACT.

Fiquem atentos às nossas publicações, participem ativamente de nossas mobilizações. Vamos lutar para manter o que já temos e avançar no que for possível.

Nós, trabalhadores e trabalhadoras, não pagaremos o pato da crise política instaurada na cidade por políticos aventureiros. O sustento de nossas famílias ninguém vai tirar.

Somente a luta muda a vida!