Revista QAP! / CET-SP: Será que vai mudar?

Locais de trabalho insalubres, sem manutenção, equipamentos obsoletos, móveis quebrados etc., setor para melhorar é o que não falta

53

A nova administração chegou. Novos rumos. Será? Os mais antigos concordarão, da gestão de Luiza Erundina para cá, os investimentos foram nulos ou poucos na Companhia.

Locais de trabalho insalubres e sem manutenção, equipamentos digitais obsoletos, tecnologia retrógrada, ambientes internos desconfortáveis sem ergonomia, móveis velhos e quebrados, inoperância dos ares-condicionados, viaturas paradas por falta de peças etc. Cenário de completo abandono, terra arrasada.

O SINDVIÁRIOS, com as ferramentas que a lei lhe permite, luta incessantemente, denunciando na mídia e em órgãos de proteção ao trabalhador, como o Ministério do Trabalho e Ministério Público e, até, com ações judiciais, mas mesmo assim, a cada conquista aparecem mais e mais demandas.

Isso ocorre por conta da ineficiência e má vontade da administração, que tem seus olhos e foco voltados para o interesse particular e não à classe trabalhadora.

Exigem o máximo de nossa força laborativa, mas não fornecem as ferramentas necessárias para exercermos com excelência nossas funções.

Vamos cobrar com afinco que esta nova gestão volte seu olhar para nós trabalhadores e trabalhadoras da CET.